Terça, 04 Agosto 2015 20:12

Tributo a Christopher Reeve Destaque

Escrito por
Avalie este item
(1 Voto)

 

So say we all

Quando o homem se torna maior do que o Super-Homem, ou quando o Super-homem torna-se maior do que o homem?

Será que em nossos dias ainda veremos homens concebidos de um ventre materno tornarem-se a reencarnação viva de um mito, ou seria o mito tornando-se uma reencarnação viva na forma de um homem? A imaginação palpável com sua capa vermelha se misturando ao azul do céu, cintilando em meio às estrelas, brilhando mais do que qualquer corpo celeste, a isso damos o nome de sonhos.

Sim, o homem e seus sonhos, sua força apaixonante, preenchendo o que víamos apenas em cores fulgurantes de esperança. Lembro-me do tempo em que um garoto via um ser de tamanha índole, encher seus olhos de alegria, enquanto de uma sala minúscula assistia a reprises constantes, sem nunca ficar cansado de rever, ou de decorar as mesmas falas, e tão pouco de dizer...”Olha, olha, é real! Ou de correr os olhos sobre o papel, e depois de um anuncio de TV, correr o mais rápido que pudesse aguardando a hora tão esperada de ver, e sonhar, de viver, e vibrar com o maior herói de todos. Sim, mas o admirável não era aquele ser que víamos nos quadrinhos, mas sim aquele ser que podia voar, não nos filmes, mas sim em nossa imaginação, contemplar sua super força, não em longas metragens, e tão pouco dentro de uma minúscula tela, mas sim na vida real, não combatendo vilões, mas enfrentado as dificuldades na luta por uma melhora, não a sua própria apenas, mas levando a esperança a muitos outros que acreditavam em sua causa, e que assim como ele eram da mais pura coragem, determinação, e vontade de viver. Sim, o homem tornou-se um mito, e o mito tornou-se um homem forjando um Super-Homem, e o Super-Homem nada mais era do que um homem tornando-se um símbolo.

Homenagem a Christopher Reeve por ter conseguido inspirar o vilão mais difícil de se vencer, o homem e seus próprios medos.

 

 

 

 

 

Lido 480 vezes Última modificação em Sábado, 26 Março 2016 23:41

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.