So say we all

Philip Edward mais conhecido como "Phil" Hartman (24 de setembro de 1948 - 28 de maio de 1998) foi um ator canadense-americano, comediante, roteirista e artista gráfico.

 

Phil Hartman

Nascido em Brantford , Ontário, Hartman e sua família mudaram-se para os Estados Unidos quando ele tinha 10 anos. Depois de se formar em artes gráficas pela California State University, Northridge, ele desenhou capas de álbuns para bandas como Poco e America. Sentindo a necessidade de trabalhos mais criativos Hartman se juntou ao grupo de comédia Os Groundlings em 1975 e ajudou o comediante Paul Reubens a desenvolver o seu personagem Pee-wee Herman. Hartman co-escreveu o roteiro para o filme de Pee-wee Big Adventure (primeiro longa metragem de Tim Burton) e fez aparições recorrentes no programa infantil de Reubens, Pee-wee's Playhouse.

Hartman tornou-se famoso na década de 1980 quando se juntou ao show de comédia Saturday Night Live onde ganhou fama por suas imitações, principalmente do presidente Bill Clinton, e permaneceu no programa por oito temporadas. Chamado de "o Cola" por sua capacidade de manter o programa unido e ajudar os outros membros do elenco, Hartman ganhou um Primetime Emmy Award por seu trabalho em SNL em 1989. Em 1995, após o fracasso de seus planos para seu próprio show de variedades, ele estrelou como Bill McNeal no seriado NewsRadio NBC. Também teve papéis freqüentes nos Simpsons como Lionel Hutz , Troy McClure, e outros personagens. Apareceu nos filmes Houseguest , o sargento Bilko , Jingle All the Way, e Small Soldiers.

Hartman tinha se divorciado duas vezes antes de se casar com Brynn Omdahl em 1987, o casal teve dois filhos juntos. No entanto, seu casamento estava em ruínas, em parte devido ao uso de drogas de Brynn. Em 28 de maio de 1998, Brynn Hartman baleou seu marido Phil Hartman enquanto este dormia em sua casa em Los Angeles e cometeu suicídio horas depois. Nas semanas que se seguiram à sua morte, Hartman recebeu diversas homenagens. Dan Snierson da Entertainment Weekly disse que Hartman era "a última pessoa sobre quem que você esperaria ler em manchetes sensacionalistas no seu jornal da manhã... um cara decididamente regular, amado por todos com quem trabalhou".

Hartman foi postumamente introduzido na "Calçada da Fama" do Canadá em 2012.

Última modificação em Terça, 25 Agosto 2015 14:53

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.